Novo endereço

Novo endereço
.Graça e poder

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Os Deveres da Esposa Cristã

Os Deveres da Esposa Cristã
Leitura: Ef 5.22-33

“O fato de ser mulher não faz de você um tipo de cristão diferente, mas o fato de ser cristã faz de você uma mulher diferente”.

1. Ser submissa ao seu marido em tudo, assim como a igreja é submissa a Cristo (Ef 5.22-24; Cl 3.18; 1 Pe 3.1-6; Tt 2.5)

Os princípios da Palavra de Deus são eternos. A esposa deve se sujeitar espontaneamente à liderança do marido. Todo cristão tem a responsabilidade de “sujeitar-se” (hypotasso) a alguém, independentemente de sua posição na vida: Os cidadãos devem se submeter ao governo (Rm 13.1,5; 1 Pe 2.13; Tt 3.1); A igreja está sujeita a Jesus (Ef 5.24); Os servos devem se sujeitar aos seus senhores (Tt 2.9; 1 Pe 2.18); Os cristãos jovens devem ser submissos aos mais velhos (1 Pe 5.5) e “do mesmo modo” a esposa deve submeter-se ao seu marido.
Deus estabeleceu o marido como o cabeça da família (1 Co 11.3; Ef 5.23); aquele que tem a responsabilidade de liderar e exercer a autoridade. A resposta correta a essa autoridade é submissão voluntária. A esposa não se rebaixa sendo submissa ao marido, mas demonstra a nobreza do seu caráter, assim como fizeram Sara e outras mulheres piedosas dos tempos bíblicos (1 Pe 3.5). Esta submissão é devida ao marido, sendo ele cristão ou não (1 Pe 3.1,2). É Deus quem ordena isto (1 Pe 3.5,6).

Esposo e esposa são iguais em Cristo (Gl 3.28; 1 Pe 3.7), porém há diferença de papéis no lar. A submissão não significa ser inferior ao homem, ou que a mulher tem menos valor dentro da família, mas sim que, dentro do lar, o marido foi colocado por Deus como sendo a autoridade final.
A mulher foi colocada na família como auxiliadora (Gn 2.18) e quem ajuda não é o chefe, mas sim, o auxiliar. Neste sentido temos que dizer que a mulher não foi chamada para exercer a liderança (1 Co 11.8-10; 1 Tm 2.11-14).
A mulher que ocupa um cargo de liderança em seu trabalho não pode simplesmente achar que em sua casa poderá liderar da mesma forma. Uma senhora crente foi entrevistada na televisão, a entrevistadora perguntou: Quem é que manda em sua casa? Ela respondeu: Meu marido. A comentarista continuou, e quem decidiu? Ela respondeu: Eu. Fui eu quem decidiu quem seria o chefe lá em casa. Ele é “o cabeça” da nossa família.

Submeter-se nas decisões
As decisões na família devem ser conjuntas, mas em caso de divergência a decisão final é do marido; as esposas devem consultar seus maridos antes de tomar uma decisão, evitar criticar as decisões do marido e não se rebelar diante delas. Como você tenta convencer seu marido de alguma coisa? Você insiste no seu ponto de vista até ele se cansar e fazer o que você quer? Você age de forma independente, sem consultar o seu marido? A mulher não pode mudar o marido! A única coisa que pode fazer é mudar ela mesma e a forma como reage a seu marido. Mudar os outros é algo que depende deles e de Deus.
Submeter-se não é ser escrava, nem perder sua opinião nem sentir-se inferior, mas aceitar o papel que Deus lhe deu, agindo com prudência, humildade e inteligência.

Razões para submeter-se:
• Por amor e reverência ao Senhor, a esposa deve acatar seus mandamentos. Somente sendo uma crente fiel e cultivando uma vida cheia do Espírito ela poderá submeter-se ao marido.
• Para dar bom Testemunho. A esposa crente que se submete ao marido é diferente das esposas que não temem nem amam ao Senhor. Essa diferença poderá ser a porta para um testemunho evangelístico.

Como todo mandamento de Deus a submissão nos traz também a Sua benção pela obediência:
• Uma mulher submissa tem de seu esposo a PROTEÇÃO E SEGURANÇA;
• Através da submissão a mulher alcança realização pessoal, pois este é seu papel;
• A submissão leva a uma deliciosa HARMONIA NO LAR.
• Quando a mulher é submissa, se torna exemplo para as mais novas e para o mundo.
• A mulher se transforma em verdadeiro exemplo como mãe e esposa aos filhos, lembrando que eles reproduzirão seu comportamento.

2. Respeitar o marido (Ef 5.33b).

A palavra traduzida por “respeitar” neste texto é também traduzida por “temer” (At 10.2,35; 13.16,26; 1 Pe 2.17). A esposa deve mostrar respeito pelo marido como líder na relação, assim como a igreja respeita Jesus como seu líder (Ef 5.24). Sara é um exemplo citado do tipo de respeito que a esposa deve ter pelo marido. Ela não só obedeceu a Abraão, mas também o chamava de “senhor” (1 Pe 3.6; Gn 18.12). “Senhor” indica um coração pronto para responder em obediência e respeito. A implicação deve ser que ela obedecia a Abraão porque o honrava como “senhor”, não no sentido divino, mas no sentido humano daquele que tem a autoridade.
A esposa deve falar do marido de forma respeitosa, principalmente diante dos filhos e de outras pessoas. Não como Abigail, que apesar de livrar a pele de seu esposo Nabal, falou de maneira desrespeitosa acerca dele (1 Sm 25.25).

3. Ser uma auxiliadora para seu marido (Gn 2.18).

Esta é a finalidade pela qual a mulher foi criada (1 Co 11.8-9). Nenhum cônjuge deve servir a si mesmo de maneira egoísta, mas deve servir ao outro. Isto é principalmente verdadeiro para a esposa. Ela deve estar ao lado (não é abaixo nem acima) do marido. Para que isso se torne uma realidade em nossa vida, é necessário que haja uma dose de desprendimento, carinho, renúncia e acima de tudo MUITO AMOR.

A mulher é uma auxiliadora do marido:
a) No sentido afetivo: é a mulher de um só homem, o seu marido e se entrega a ele com amor e inteireza de coração.
b) No sentido social: contribui no sentido de conservar a imagem do seu marido como um homem de bem diante da igreja e da sociedade.
c) No sentido profissional: dá ao marido o apoio que lhe falta por parte dos amigos, levando-o a superar as crises de maneira positiva.
d) No sentido espiritual: ora por ele e estimula a sua fé. O auxilio espiritual da mulher cristã pode e deve oferecer ao seu marido, é tal qual um investimento cujo retorno se dará sem demora.

3. Tomar conta da sua casa (Tt 2.4-5; 1 Tm 5.14; Pv 14.1).

Não é uma proibição ao trabalho feminino, mas uma indicação da sua responsabilidade quanto à boa ordem da casa. Se ela trabalha, tem empregada, contrata diarista, mas a responsabilidade de gerenciar sua casa é dela (1 Tm 5.14,15). As esposas devem ser prudentes, sensatas, tendo como prioridade satisfazer as necessidades de sua família (Tt 2.5). A prioridade de uma esposa, portanto, é cuidar do seu lar. Ela mostra seu amor por seu esposo e filhos fazendo do lar um refúgio de paz e descanso para a família, amigos e hóspedes (1 Tm 5.14).
A esposa também tem grande responsabilidade na educação dos filhos (1 Tm 2.15). A palavra grega utilizada (teknogonia) significa não somente gerar filhos, mas também abrange a idéia de educá-los.

5. Conceder ao seu marido o afeto que lhe é devido (1 Co 7.3).

Ambos os cônjuges são obrigados, entre outras coisas, a satisfazer os desejos sexuais do outro. A mulher não deve privar seu marido de seu corpo, porque pertence a ele (1 Co 7.4-5), mas deve agradá-lo (v34). Não cumprir suas obrigações conjugais com seu marido é roubar o que lhe é devido.

6. Ser pura, casta, buscando a beleza interior mais do que a exterior (Tt 2.3-5; 1 Tm 2.9,10; 1 Pe 3.1-6)

O que a Bíblia quer ressaltar é a modéstia e a preocupação maior de ser virtuosa e não a proibição de adornos. Pedro não estava escrevendo que as mulheres não podem se enfeitar, mas que o enfoque da mulher cristã deve estar mais na exaltação do ser interior do que na do exterior. Paulo também manda que a mulher se vista com modéstia e bom senso. A mulher não deve estar tão preocupada com sua aparência externa quanto com suas qualidades interiores.
A mulher cristã deve observar a razão que a leva a vestir-se, enfeitar-se: para se exibir ou atrair a atenção de outras pessoas, ou para agradar ao Senhor e a seu marido. As jóias que ela deve usar sempre: o espírito manso e tranqüilo (1 Pe 3.4); ter um espírito pacífico, que busca a conciliação e a harmonia na família.
Algumas esposas são barulhentas, gostam de tumultos, porém, não há adorno mais bonito do que a discrição (Pv 11.22) e a mulher que age assim honra seu marido (Pv 12.4).

OS DEZ MANDAMENTOS PARA A ESPOSA

I. Amarás o senhor teu Deus de todo o teu coração, e a teu marido somente um pouquinho a menos do que amas a Deus (Dt 6.5);
II. Alegremente te submeterás a teu marido, tua cabeça, como ao Senhor (Ef 5.22);
III. Guardarás tua língua com toda diligência, tendo o cuidado de abençoar teu marido e nunca discutir abertamente detalhes íntimos do relacionamento amoroso (Pv 31.26, 11.16);
IV. Conservarás um coração alegre em tudo que tiveres de fazer durante o dia (Pv 17.22);
V. Afastarás de ti uma natureza ciumenta ou egoísta (Pv 6.34);
VI. Preferirás teu marido a qualquer outro (nunca comparando diminutivamente a outros homens) e sinceramente o admirarás e reverenciarás (Ef 5.33);
VII. Diligentemente manterás o teu lar e a ti mesma atraentes, lembrando que não deves somente ganhar o amor do teu marido, mas também conservá-lo (Pv 31.27);
VIII. Darás valor às tuas virtudes femininas mais do que a própria vida (Pv 12.4);
IX. Inspirarás a teus filhos um amor, respeito e reverência a seu pai (Pv 22.6);
X. Não serás ranzinza (Pv 25.24).

Obras consultadas:
Apostila do Seminário para Casais da irmã Lídia Fernandes (www.amigadoamigo.blogspot.com).

20 comentários:

Karlliny Moraes disse...

Excelente artigo pretendo por em prática. Meu casamento esta em crise, e por eu querer seguir a Deus buscava uma orientação, e isto veio em ótima hora. Acabamos de assistir ao filme À prova de fogo, porém para mim ele já não serve e sim para meu marido, pois eu busco ao Senhor e ele ainda não. Vou iniciar agora o que este artigo baseado na bíblia sugere e assim que eu ver os resultados postarei um comentário.
Que Deus abençoe o autor.

Anônimo disse...

Continuem sempre fazendo a vontade de Deus na direção do Espirito com certeza assim como fui abençoada outras vidas serão e casais receberão libertação e casamentos serão preservados nos caminhos do Senhor. Deus os abençoes.

Simone Cruz disse...

Quero por demais ser uma esposa cristã. Sendo assim devo pedir muito a Deus para mudar-me pois sou muito crítica e não concordo com muitas coisas que meu marido diz ou faz. Somos cristãos ou melhor estamos procurando ser e o que mais quero é ser uma mulher sábia e virtuosa. Gostei muito do texto e gostaria de participar de um encontro de casais ou das ministrações para casais, creio que me ajudaria muito.

Anônimo disse...

Achei ridculo, o homem tem seu lugar mas nao chegar nem perto ao lugar de Deus! colocar o homem num pedestal torna ele um semi deus, e indiretamente vc comete um pecado, entao cuidado nesse tratamento doentio.

Anônimo disse...

Deus deixa claro na biblía em várias passagens que tudo é o equilíbrio, o homem não veio para ser Deus e nem a mulher ser escrava. Mas graças ao Satanás, homens e mulheres estão vivendo infelizes e sós, quer dizer com comprimidos em seus criado-mudo. Pense nisso!!!

Anônimo disse...

Somente para alertar que a palavra certa é: Hupotasso e não hypotasso.
Parabéns pelo artigo.

Carlos Kleber Maia disse...

Agradeço o alerta, mas esta palavra (hupotasso) é escrita em grego com um ípsilon inicial e aspiração áspera (espírito áspero). A regra de transliteração exige um h (pelo espírito áspero) e um y (o y é transliterado como u quando está num ditongo). A correta transliteração: HYPOTASSO

Anônimo disse...

Obedecer (ao q é certo) = benção
Preferir o errado (por egoísmo) = maldição

Faça oq é errado e então nunca venha à luz para que as tuas obras não sejam vistas e reprovadas!

Anônimo disse...

Acho um absurdo querer que a mulher (ou qualquer ser humano) seja submisso ao homem. Se todos são iguais diante de deus, por que uns tem direito a escolher o rumo da própria vida e outros não? E o livre arbítrio, onde está? Acho que a Bíblia foi escrita há dois mil anos, e os exemplos nela são no modelo de dois milênios atrás. Não podemos negar o progresso social que o mundo vem tendo e devemos buscar uma vida com mais amor e menos rótulos desse tipo, onde uma pessoa é inferior à outra.

Anônimo disse...

gostei do assunto, estou tentado ser uma mulher que honrrar o seu marido. o homem e a mulher devem está em comunião.

Anônimo disse...

Nada muda se voce nao mudar.seja diferente como Deus manda pois
Se obedecemos a Deus ele nos ajudara pois imagine o tanto que ele sofreu e ainda sim morreu por nos e se ele desistisse ser obidiente a Deus nao tem como nao ser feliz faz a tua parte que Deus cuida do resto ore clame jejuem faz proprosito pesiste que Deus te ouvira ele e o mesmo hoje e sempre sera.ele abriu o mar.pense nisso por favor nao deixe de crer nao perca suas bencao....

Anônimo disse...

A biblia foi feita para aqueles que acredita em deus o mesmo hoje e sempre a tudo pode mudar mais a palavra de Deus nunca muda.tudo posso naquele que me fortalece.

Anônimo disse...

A mulher sabia edifica a sua casa e a tola destrói com suas propias mãos!! A mulher deve sim ser submissa ao homem,Deus ensinou assim. Nós mulheres temos a sabedoria e os homens a autoridade. Devemos honrralos como mulheres sabias,respeitando e sim o alegrando em tudo. Fazendo assin o amor do seu parceiro será recupocro vale a pena!! Parabens pelo artigo ameii

Anônimo disse...

Gostei do comentário acima - 12:27 meus parabéns, agora é bom o pessoal se identificar, fica um comentário mais sóbrio, confiável, e demonstra credibilidade.

Juliana / Compartilhando Missões disse...

Obedecer os Principios da Palavra de Deus, nos trara Paz na vida do lar e no nosso coracao. Se as mulheres permanecerem na posicao em que Deus as quer, com certeza serao felizes e completas.

Saka Miala disse...

OBRIGADA PELA MENSAGEM SOBRE OS DEVERES DA ESPOSA CRISTÃ, ESTA MENSAGEM VEIO REFORÇAR E LEMBRAR ME MAIS OU UMA VEZ O MEU PAPEL DENTRO DO LAR. QUE DEUS ABENCOE ESTAS PALAVRAS E ABENCOE O IRMAO.
Saka Miala /Angola

rodrogo sc disse...

muito bom aconcelho que vc que leu este artigo.procurem ler casamento blindado.

Anônimo disse...

Gostei muito da colocação do assunto tratado,pois colocou a Palavra de Deus em primazia,uma explicação simples e bem esclarecedora,que o Senhor Deus continue abençoando esse ministério.

Geisy disse...

Quero agradecer pelo artigo, me ajudou muito a saber como agir, e sei agora o que fazer para honrar meu casamento e a Deus. Amo meu marido e amo a Deus e quero que a gente faça bodas de ouro juntos um dia. Deus abençoe vcs.

Unknown disse...

obrigada pela oportunidade de ler este artigo, e a do esposo também, eu e meu marido estamos caminhando para q um seja benção na vida do outro, não é facíl e um tratamento diario, que requer dedicação dos dois, e um dia um ta bem e no outro o outro não, então estamos juntos,porque nos amamos e buscaremos um alegrar ao outro por mais dificil q seja, Deus é conosco